Cinco mitos do consumo de bebida alcoólica

Existem diversos mitos sobre o consumo de bebida alcoólica, alguns podem parecer desculpas de quem bebeu demais e não quer assumir o que fez ou algum pensamento machista ou até mesmo uma receita caseira que não fará efeito algum sobre a ressaca, mas na realidade muitos desses mitos não são mitos e existem explicações científicas para corroborar essas teorias e comportamentos após uma bebedeira, principalmente se for regada a cerveja, cachaça, vinho e uísque.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Veja aqui cinco deles:

Mulher é mais fraca para a bebida do que o homem:

Não é preconceito, é verdade e o organismo feminino explica. As mulheres atingem níveis mais elevados de concentração de álcool no sangue do que os homens e também os hormônios femininos não resistem muito bem ao excesso de álcool, acelerando o seu processo no organismo.

Os homens possuem 3% a mais de água no corpo e produzem em maior escala as enzimas que partem as moléculas do álcool.

Café cura ressaca:

Este mito do consumo de bebida alcoólica pode ser considerado mito mesmo ou verdade. Se o café for tomado no dia seguinte pode ajudar, principalmente se houver a presença de dor de cabeça, pois a cafeína ajudará a eliminar essa sensação, mas o café não cura bebedeira. Se você encher uma pessoa bêbada de café, o que terá de resultado será um bêbado desperto, mas os efeitos do álcool no organismo dele não serão minimizados por conta do consumo de café, o processo que o fígado realiza para eliminar o álcool do organismo leva em média uma hora, considerando que ele metabolizará neste tempo uma taça de vinho, comparado ao destilado seria em média uma hora para cada 50 ml consumido, e não há nada que possamos fazer que apresse esse procedimento.

Consumir bebida alcoólica de estômago vazio é mais arriscado:

Se o estômago estiver vazio o corpo só terá o álcool para processar e assim dará prioridade para a absorção dele. Por isso, para que o organismo absorva uma quantidade menor de álcool vale fazer uma refeiçãozinha antes ou pelo menos ingerir algum alimento gorduroso que dificultará a absorção do álcool e isso também ajuda a diminuir a vontade de consumir a bebida alcoólica.

Misturar bebidas deixa bêbado mais rápido:

Se misturar vários tipos de bebidas ficará bêbado mais rápido porque a dosagem etílica será maior e os destilados são bem mais agressivos, acelerando este processo no organismo. O que causa este efeito não é exatamente a mistura das bebidas, mas sim o fato de que quando se faz isso consome-se uma quantidade maior de álcool e em geral de bebidas que tem um teor alcoólico maior.

Bebedeira causa amnésia:

É comum ouvir pessoas dizendo que não se lembram de nada da noite anterior porque beberam demais e blábláblá, às vezes isso é usado como uma simples desculpa para evitar uma situação mais complicada, mas o fato é que dependendo da quantidade de álcool consumida esse esquecimento realmente pode acontecer e é um fator muito perigoso porque significa que houve dano cerebral agudo, além de deixar a pessoa que bebeu e esqueceu exposta a riscos maiores, pois os reflexos e as reações se tornam extremamente lentas. O álcool causa danos no cérebro a curto e longo prazo, o que é bastante preocupante, pois este fato ocorre também em pessoas que bebem com menor frequência e causa danos principalmente na memória e na firmeza dos pensamentos.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.