Maconha faz mal à saúde?

Maconha prejudica a saúde. Usuários frequentes podem ter problemas psicóticos e no sistema respiratório.

Assim como outros produtos psicoativos, a utilização prolongada faz mal ao organismo. O uso frequente da maconha por vários anos prejudica a memória e aprendizado, principalmente tendo início na adolescência. Esse artefato, sendo usado com pouca frequência e sem abuso, não causa problemas demasiados, mas mesmo no curto prazo, o organismo sofre alguns riscos durante o efeito da maconha. O médico psicofarmacologista Elisaldo Carlini, do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas (CEBRID) mostra como a maconha age no corpo com pouco e muito uso.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Sutilmente

1. Quando a fumaça quente entra no corpo, danifica o sistema respiratório, causa inflamações e as chances de adquirir bronquite e pneumonia crescem. Quando fumada, a substância chega aos pulmões até o coração e chega ao cérebro em alguns segundos. São cerca de quatro horas até que o efeito passe.

2. Na cabeça, o tetrahidrocanabinol (THC), principal substância ativa da planta, entra em contato com áreas específicas do cérebro, relacionadas à memória, aprendizado e movimentos, o que justifica a ação da maconha sobre esses sentidos. Algumas áreas do córtex ficam prejudicadas, expandido a parte sensorial sonora, e em raras ocasiões, causando alucinações.

3. Fora do cérebro também existem receptores canabinoide, sensores corporais capazes de identificar as substâncias da maconha. A droga também age em outras partes do corpo que contém esses receptores. Os músculos relaxam e os vasos sanguíneos se dilatam, o que explica a vermelhidão nos olhos de alguns usuários.

4. O bulbo raquidiano, responsável por comandar as atividades do coração e do sistema respiratório não tem receptores canabinoides, por isso mesmo usando quase todos os dias, os usuários não tem overdose de maconha. Existe uma alteração pequena na pressão e nas batidas cardíacas por causa do relaxamento muscular.

5. O THC aumenta a percepção de gostos doces e bloqueia os sinais de saciedade enviados ao cérebro. Por isso a vontade de come, especialmente coisas doces aumenta.

Demasiadamente

Quando a maconha é fumada todos os dias, ou quase todo dia durante muitos anos, causa comprovadamente dependência química, distúrbio psicóticos, bronquite, entre outros.

1. A cada 10 usuários 1 se tornam dependentes químicos. Nos adolescentes, a relação é maior: 1 em cada 6.

2. Muco começa a ser produzido em larga escala, prejudicando a respiração. Resfriados, pneumonia e bronquite crônica.

3. Pessoas que têm históricos de problemas psicóticos na família ficam mais propensas a distúrbios de ansiedade, depressão e esquizofrenia.

4. Estudos de 2012 mostram que cerca de 8 pontos podem diminuir no QI dos que iniciam o uso da droga ainda na adolescência, utilizando com frequência por aproximadamente 20 anos.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.