O lado sombrio de cada signo

Todos possuem vícios, defeitos e segredos. Alguns acreditam que isto é devido ao lado sombrio de cada signo.

A astrologia é uma arte antiga. Em geral, as pessoas se identificam rapidamente com as qualidades e virtudes de seu signo solar – e muito mais quando as características se encontram em um mapa astral, que é muito mais personalizado. A maioria admite inclusive pequenos pecados, como vaidade, amor próprio, ambição e orgulho. No entanto, muito poucos conhecem – ou admitem – as maldades de que são capazes. Se os astros estão certos, isto é definido pelo lado sombrio de cada signo.

O lado sombrio de cada signo

O “Conhece-te a ti mesmo”, inscrição aposta na fachada do Templo de Apolo em Delfos, na Grécia, e também na parte interna de Luxor, no Egito, reservada aos iniciados (neste caso, “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses”), é um aforismo comum a diversas escolas filosóficas clássicas e contemporâneas. Está presente também no Evangelho: conhecerás a verdade e a verdade te libertará.

O ensinamento representa o autoconhecimento preconizado por diversas religiões, filosofias e seitas. No entanto, para atingir este estágio, é necessário conhecer o bem e o mal, que são as fontes de todo o conhecimento. No mergulho que devemos fazer em nós mesmos, o mal está justamente em nosso lado sombrio, e boa parte dos místicos acreditam que ele pode ser revelado pelos astros.

O lado sombrio de cada signo

Lembrando sempre que as características são atenuadas ou acentuadas pelo signo ascendente e pela posição da Lua e dos planetas (inclusive Plutão, que foi expurgado pelos astrônomos, mas continua firme e forte no zodíaco, regendo a superação do antigo, para permitir a renovação), vamos identificar o “dark side”: o lado sombrio de cada signo. É preciso considerar também que vivemos em comunidade: família, amigos, colegas de trabalho: defeitos, vícios e erros de um membro do grupo podem ser compensados pelas qualidades e bons atributos dos outros. Mesmo assim, vale a pena fazer uma autocrítica.

Áries

Os arianos são guerreiros e, se há algo novo para fazer, eles são os primeiros a se apresentar. Na verdade, passam boa parte do tempo imaginando novos projetos. O problema é que se esquecem do trabalho em andamento, que quase sempre fica negligenciado e até abandonado.

Na verdade, os nativos do signo correm o risco de estar permanentemente planejando, projetando, iniciando, sem nunca atingir qualquer objetivo concreto. Os arianos estão sempre sonhando com grandes prêmios da loteria, para que finalmente possam se dedicar a grandes causas. O problema é que, mesmo que ganhem, dificilmente conseguirão obter resultados positivos.

Áries é o primeiro signo e, portanto, a criança do zodíaco. Isto determina que os arianos sejam primários, infantis, fáceis de enganar, mas também birrentos e com muito pique (conseguem dormir pouco e fazer muitas atividades durante o dia, mas isto pode cansar e irritar os nativos dos demais signos).

Touro

Os taurinos são vaidosos, gostam de luxo e de ostentar. Mas, mesmo que para algumas pessoas isto seja insuportável, não chega a ser um defeito. Para conquistarem o que querem – que varia de um jeans de grife a uma cobertura de frente para o mar –, eles não medem esforços.

O principal problema é a certeza absoluta dos nativos de touro, que beira o dogmatismo. Se eles acreditarem que a Terra é plana, nenhum argumento os fará mudar de opinião. No trabalho em equipe, é muito difícil convencê-los a mudarem de ideia. O grande problema é que os colegas também têm sugestões a dar e isto quase sempre provoca o isolamento do taurino. Então, chega a hora da lamentação, do “ninguém me entende”.

Taurinos amam prazeres: boa comida, dinheiro no bolso, viagens. O problema é que eles podem se tornar consumidores compulsivos daqueles pacotes de viagem (dez noites, 12 cidades) em que só é possível conhecer hotéis e aeroportos (pontos turísticos, só a distância, nos trajetos) ou pedir aqueles pratos de alguns restaurantes franceses, em que a comida pode ser ingerida com apenas uma colherada (a culpa não é dos franceses: lá, as porções são pequenas, mas são servidos cinco ou seis pratos em cada refeição).

Gêmeos

É a outra face da moeda: quase sempre, os geminianos têm duas opiniões, dois caminhos opostos a percorrer, dois sentimentos que atraem e afastam amigos e amores. O signo de Gêmeos é regido pelo planeta Mercúrio (o mensageiro dos deuses na mitologia romana, dotado de asas nas sandálias). Eles podem voar com rapidez, mas, descalços, nada podem fazer.

Geminianos resistem ao amadurecimento. O lado infantil e inconsequente permeia todas as suas ações e isto determina frustrações e inimizades. Outra característica é a dificuldade de formar opinião: eles são sempre evasivos, respondem sempre com um “sim, mas…”.

A dificuldade em tomar decisões prejudica bastante a vida profissional, familiar e amorosa. Seu grupo mais próximo nunca consegue confiar totalmente: parece que eles estão sempre ocultando alguma coisa – que pode ser importante ou não.

O ritmo do geminiano é não ter ritmo. Ele precisa ir ao banco, mas lembra-se que é dia de feira. Vai à feira e descobre que não tem dinheiro na carteira. Tenta fazer um crediário, mas, na loja, depois de escolher os produtos (o que leva muito tempo) descobre que está negativado no SPC exatamente porque se esqueceu de depositar aqueles cheques já relacionados em um envelope bancário, que espera há semanas em seu criado-mudo.

Câncer

Eles são amorosos, aconchegantes, têm sempre um colo ou um conselho para dar. O problema é que nem todos podem ser vovós carinhosas – e, mesmo para ser avó, leva mais de metade da vida. Os cancerianos sempre encontram uma boa justificativa para os erros dos membros de seus grupos, mas muitas vezes estes erros são absolutamente injustificáveis. Isto é visto muitas vezes como cumplicidade.

Os cancerianos são chorões (em outras épocas, é possível que tenham conseguido bons empregos como carpideiras, contratadas para prantear em velórios – quanto mais choro, mais importante era o defunto). É sempre bom ter um ombro para chorar, mas o excesso cansa. E os nativos do signo são campeões em excesso de emoções.

Mas a bondade dos cancerianos não é absoluta. Quando algo os desagrada, eles tendem à maledicência, às indiretas, a utilizar frases aparentemente inocentes, mas com grande poder de destruição. Isto quase sempre surpreende amigos e colegas, que muitas vezes abandonam os cancerianos.

Leão

“Olá, meu súdito.” É assim que se sentem as pessoas que travam contato com os leoninos. A prepotência é a principal característica do signo – o que não é necessariamente ruim, dependendo da posição em que se encontram: se são chefes, guardiães da família ou professores, por exemplo, isto se torna uma qualidade.

Os leoninos são autenticamente generosos, mas ninguém é mais generoso e magnânimo do que eles. Chegam a competir para demonstrar a sua bondade, irritando tremendamente as pessoas à sua volta. Na verdade, os nativos do signo gostam de ajudar, mas o principal motivo é que eles adoram perceber que alguém precisa deles. Mas, claro, é quase impossível que admitam isto, inclusive para eles mesmos.

O gigante, no entanto, tem calcanhar de barro. Quem quiser cativar (ou derrubar) um leonino deve ignorá-lo. Se ele mostrar um projeto fantástico, basta uma rápida olhada e um comentário assim: “interessante”. Quando quer demonstrar seus dotes de técnica e inteligência, se alguém disser que “isto é de fulano, eu já li” faz o leonino correr para se superar. Quem quer conquistar (ou submeter) um nativo de Leão deve estar sempre um passo à frente.

Virgem

Eles são compulsivos e detalhistas, criam regras desnecessárias – como o local certo para guardar as chaves, guardar as compras ou pendurar o casaco –, mas este lado sombrio (sim, são defeitos) não chega a surpreender quem convive com virginianos; muitos chegam a criar estratégias para manter um bom relacionamento.

O maior problema dos virginianos é a capacidade autoalegada de prever os resultados de determinadas ações de seus amigos e parentes. Eles sofrem da síndrome do “eu não disse?”, sempre que algo dá errado, mesmo em situações triviais: alguém sobe em uma cadeira para trocar uma lâmpada, por preguiça de buscar a escada, e acaba caindo. Em cem vezes, o tombo não ocorre em 99. Mas o virginiano decreta: “este não é o modo correto”. Na verdade, isto apenas revela o medo excessivo que ele tem de perder o controle ou errar e sofrer as consequências, mas é uma característica extremamente irritante.

Os virginianos são organizados não apenas em suas coisas pessoais, mas também na mente. Sua memória é absurda, eles se lembram de fatos desnecessários. O “HD e o processador” dos nativos de Virgem são de última geração. Mas todo o mundo mente, inclusive para justificar pequenos deslizes. “Peguei muito trânsito, por isto eu me atrasei”; bela desculpa, mas não para virginianos. Eles acessam sites de controle de tráfego e descobrem que as vias estavam livres. O problema começa quando eles falam isto na cara de um subalterno que é brilhante no que faz (e disputado pela concorrência), de um possível cliente milionário ou de um fornecedor disposto a oferecer um bom desconto. A franqueza total também faz parte do lado escuro de Virgem.

Libra

É o signo da estética. Librianos, com seu toque pessoal, conseguem transformar objetos e ambientes em coisas especiais. Ao contrário de seus opostos, os arianos, que nunca se preocupam com a aparência (e os opostos se atraem), os nativos de Libra nunca mostram um fio de cabelo desalinhado.

O problema é que eles querem que todos se aproximem ao máximo do bem e do belo. Estão sempre recompondo os trajes dos colegas e amigos, sugerindo que está na hora de retocar a maquiagem e, ao visitar um conhecido e deparar-se com uma sala desorganizada, imediatamente informam que conhecem uma faxineira excelente ou produtos de limpeza que fazem verdadeiros milagres em apenas alguns minutos.

Os librianos consomem toneladas de produtos de beleza mensalmente, exercitam-se regularmente, alimentam-se bem, mas, mesmo assim, estão sempre por dentro da dieta da moda (em geral, eles sempre acham que precisam perder um ou dois quilos).

Mais um sinal amarelo: os librianos se acham lindos (ou muito bem arrumados), atraentes, irresistíveis e, por isto, vivem seduzindo. Quase sempre, é apenas uma brincadeira infantil, mas o seduzido pode acreditar e ficar muito, muito irritado. Na pior das hipóteses, um libriano pode cair nas mãos de um(a) periguete – não seja ingênuo, existem periguetes do sexo masculino.

Escorpião

É talvez o signo mais sombrio do zodíaco. Os escorpianos estão acostumados com o desconhecido. São extremamente subjetivos em suas avaliações. Outras características são a desconfiança, sensibilidade e a coragem, mas a maioria das batalhas que travam ocorre apenas no plano mental.

Nos nativos do signo não confiam nem mesmo em sua sombra, o que os faz especialmente maléficos. Como é uma característica natural, acaba se tornando inconsciente. Eles sempre duvidam dos amigos, colegas, e especialmente dos amantes. A pior situação é quando o cônjuge chega atrasado, reclama do trânsito e recebe o silêncio como resposta: uma bela forma de minar um relacionamento.

Os escorpianos são também muito intensos em todas as suas ações e sensações. Parece ótimo, mas nem sempre. Eles têm a capacidade de comer uma porção de batatas fritas e passar a filosofar sobre a fome no mundo ou sobre os males da gordura para a saúde. Mas, se o bar estiver cheio e com fila de espera, isto é positivo para o dono: a mesa se esvazia com extrema rapidez.

Sagitário

O signo é regido pelo planeta Júpiter (o deus dos deuses, que também representa a justiça). Eles são realmente imparciais. Este fato, aliado à capacidade de inter-relacionamento, torna os sagitarianos bons amigos; os problemas começam aí. Os nativos do signo realmente acreditam ser amigos de infância de pessoas que acabaram de conhecer, ou com quem não se relacionam no dia a dia. O terapeuta dá uma entrevista para a TV e eles alardeiam: “é meu amigo, sempre falamos sobre esse assunto”.

Os sagitarianos gostam de se envolver com tudo o que está acontecendo, mesmo que não tenham conhecimento sobre o assunto. Se alguém fala em astrologia, eles são doutores. Quando ocorre um acidente, todos os fatores que concorreram para a tragédia estão na ponta da língua deles. Sagitarianos, acreditem: muita gente se afasta por causa disto. Alguns deles, vocês continuam acreditando que são grandes amigos.

Eles são sempre otimistas: tudo vai dar certo. Também são piadistas (entre os nativos, podemos falar de Bete Midler e Rafinha Bastos). Mas quando otimismo e piadas se reúnem em um momento inoportuno, dá vontade de fazer como a falsa mãe do filme “Psicose”, de Alfred Hitchcock. Sem contar o enredo, a velhinha mata uma jovem quando ela está no chuveiro.

Capricórnio

Os dotados de “chifres de cabra” são complexos, profundos, têm muito a dizer e podem ajudar a transformar pessoas, ações, empreendimentos. O problema é que os capricornianos guardam tudo, quase nunca emitem opiniões e, quando o fazem, demonstram uma certeza em suas assertivas que, mesmo que estejam absolutamente corretas, irritam os interlocutores.

Os capricornianos são extremamente éticos, mas isto pode fazer com que acreditem poder mudar os rumos da humanidade. Certamente, a ética transformaria o mundo, mas, convenhamos, ninguém é ético em todas as suas ações. Como diz Caetano Veloso, “de perto, ninguém é normal”. Esta característica muitos vezes transforma os nativos do signo em tiranos domésticos, chefes despóticos e, quando aliada a boa capacidade intelectual, pode provocar tentativas de neutralizar a inteligência de parceiros e adversários: uma boa forma de granjear inimigos.

Os capricornianos podem se tornar extremamente arrogantes. Quando assistem a um documentário, eles sempre sabem tudo o que é apresentado. Só eles sabem, os superiores são bizarros, os colegas são ignorantes e relapsos, os parentes não sabem lavar roupa ou limpar a casa: uma boa receita para conseguir inimigos.

Aquário

Mais um signo extremamente dual. Éticos como os capricornianos, a necessidade de justiça dos aquarianos, traduzida em suas ações nos movimentos sociais e políticos, mascara o egocentrismo. Em outras palavras, mesmo quando estão à frente de uma causa legítima, eles gostam de conduzir, controlar, dirigir. Aliás, estar à frente é uma das características do signo.

Os aquarianos são capazes de desenvolver estratégias para que todas as atenções estejam voltadas para eles. Em seguida, abdicam da posição, deixando que as luzes brilhem para colegas e subalternos. Mas isto não é humildade: é uma forma de destacar-se ainda mais. As grandes aspirações da sociedade são importantes para o aquariano, mas o seu ego é muito maior.

De acordo com várias vertentes, os aquarianos são a vanguarda da humanidade (a Era de Aquário é esperada como a transformação do mundo). Eles têm a capacidade de prever novidades e perceber coisas a que ninguém dava atenção. Mas isto os torna um pouco (ou muito) insolentes.

A sua paixão pelo novo também costuma incomodar: eles sempre sabem sobre novos aplicativos, o jeito de passar para outra fase no game da moda (“basta clicar CTRL-SHFT-ALT-3-ASD e dar Enter”, como se houvesse dedos suficientes para tudo isto).

Peixes

A Era de Peixes começou com Jesus, de acordo com algumas correntes da astrologia. O filho de Deus, segundo a tradição, imolou-se para tirar os pecados do mundo.

O pisciano é muito semelhante a esta situação. Está sempre cheio de boas intenções, é bondoso, devotado, empenhado em purificar-se e purificar o mundo à sua volta.

Toda esta solidariedade, no entanto, pode se transformar em defeito. Piscianos não sabem dizer não: eles saem à noite, num dia frio, para levar alimento aos moradores de rua. Sua compaixão não tem limites, nem suas lágrimas; isto, porém, pode ser muito irritante.

Eles podem ser vistos em hospitais, orfanatos, asilos. Da mesma forma, podem abrigar alguns monstros em sua própria casa: cônjuges violentos, filhos rebeldes, amigos que abusam da hospitalidade. Outra faceta que gera problemas é que, ao atrair estas situações adversas, eles podem se tornar mártires, admirados por amigos e vizinhos, mas odiados pelos mais próximos.

Os piscianos costumam construir um mundo cor-de-rosa, cheio de fantasias, mimos e ursinhos carinhosos. O choque com a realidade pode torná-los infelizes, recalcados, ou desenvolver sérios traumas psicológicos. Antes de se autoconhecer, relacionamentos com nativos de Áries, Libra e Escorpião devem ser evitados.

Com muito humor e algumas brincadeiras, foi apresentado aqui o lado sombrio de cada signo. Acredito que valha a pena ler, meditar e, se for o caso, partir para a mudança. It’s up to you.


GRÁTIS: Receba atualizações por Email:

Cadastre seu email e receba atualizações do Blogadão no seu e-mail. É grátis!

Comente no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 comentários

    Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.