IR 2013: Quem deve declarar?

Confira detalhes de quem deve declarar o IR 2013.

Já estamos no período de declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2013. Atenção ao prazo, pois ele se encerra no dia 30 de abril e quem o perder será multado, o valor mínimo da multa é de R$ 165,74, chegando ao valor máximo de 20% sobre o imposto devido.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Foi liberado o Programa Gerador da Declaração onde é necessário preencher o formulário e este já se encontra disponível para download no site da Receita. Para enviar a sua declaração pela internet basta utilizar o programa Receitanet e salvá-la em CD ou no próprio computador, é este programa que transmite as declarações.

Quem deve declarar o IR em 2013:

Os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis brutos superiores a R$ 24.556,65 durante todo o ano anterior.

Aqueles contribuintes que tiveram rendimentos não tributáveis acima de R$ 40 mil, tributados somente na fonte, também devem declarar o IR em 2013. Algumas outras situações também figuram os contribuintes que devem fazer sua declaração este ano, são eles:

Pessoas que efetuaram a venda de bens ou direitos em que houve ganho de capital e que se tornaram proprietários, em 2012, de bens e direitos, incluindo terra nua, com valor acima de R$ 300 mil;

Aqueles que efetuaram negócios em bolsa de valores ou similares;

Aqueles que começaram a morar no Brasil no ano de 2012;

Contribuintes que realizem atividade rural e através dela possuam uma receita bruta superior a R$ 122.783,25.

A Receita disponibiliza dois tipos de formulários para preenchimento do IR 2013: simplificado ou completo, sendo que o modelo simplificado pode ser utilizado por qualquer contribuinte desde que o desconto padrão de 20% não ultrapasse o valor de R$ 14.542,60. O modelo completo é para quem não se encaixa no modelo simplificado, ou seja, quem tem muitas deduções e assim excede o valor limite. Para ambos os formulários é preciso ter em mãos os seguintes documentos para realizar a declaração:
Informativo sobre rendimentos da empresa onde trabalha atualmente e também de onde trabalhou;

Informativo sobre aplicações financeiras dos bancos onde tem ou já teve conta;

Recibos de gastos com educação, médicos, medicamentos entre outros, lembrando que estes necessitam ser mantidos por pelo menos cinco anos, mesmo não sendo preciso anexá-los na declaração.

Vale lembrar que é permitido deduzir diversos gastos como: educação, previdência privada, despesas médicas e com dependentes, fazendo com que o pagamento dos tributos via declaração de imposto de renda seja menor.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.