Hotéis em plena floresta

Opção de ecoturismo para quem não abre mão do conforto: existem bons hotéis em plena floresta Amazônica.

A Amazônia é a maior floresta tropical do planeta. Ocupa mais de oito milhões de quilômetros quadrados, ocupa vastos territórios de sete Estados brasileiros e de outros oito países da América do Sul. Quem visita a região fica espantado com a magnitude da floresta e a riqueza da fauna e flora. Mas passear na floresta é programa para mochileiros, dirão os mais apressados. Ledo engano: existem hotéis em plena floresta, bem perto de Manaus, que oferecem todas as comodidades para seus hóspedes.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Além das opções de conforto presentes em qualquer bom hotel, como banheiro privativo, água quente, TV a cabo, resturante, boate, etc., os hotéis da floresta Amazônica apresentam atrações únicas para os ecoturistas de luxo: área de lazer para adultos e crianças, minizoológico com animais da fauna local. Alguns estabelecimentos são equipados com piscinas naturais.

Quem preferir, pode se aventurar num tour pela Amazônia, com guias experientes. É possível também praticar esportes radicais: rapel, tirolesa, passeio de canoa e arborismo estão à disposição dos hóspedes. Excursões para focar jacarés, na segurança de um barco confortável, são bastante comuns. Estes répteis são naturalmente atraídos por fachos de luz, razão por que são facilmente atraídos por um farolete, quando as embarcações se aproximam da margem.

Para os mais tranquilos, a dica é explorar as trilhas suspensas – passarelas que interligam os ambientes do hotel, nas quais algumas espécies de macacos e aves, como tucanos e araras, repousam tranquilos, sem medo dos visitantes – e os mirantes sobre as árvores, que descortinam um panorama verde onde a vista se perde.

Os mais urbanos podem se hospedar em Manaus e embarcar para um cruzeiro pelos rios Negro ou Solimões. As grandes embarcações oferecem instalações simples e confortáveis, com direito a ar condicionado, bar, restaurante e até cofre. Os dois roteiros passam pelo famoso “encontro das águas”, em que as águas transparentes do Negro se unem às águas barrentas do Solimões, para formar o rio Amazonas, próximo à capital amazonense. As águas percorrem quilômetros antes de finalmente se fundir num todo homogêneo. É possível avistar fauna e flora, conhecer igarapés – trechos da floresta que são inundados em algumas épocas do ano, avistar ribeirinhos e grupos indígenas. A duração dos cruzeiros varia de três a oito dias.

Indiretamente, os hóspedes contribuem para a manutenção da floresta Amazônica. Os hotéis são construídos e equipados apenas com material ecologicamente correto e todo esgoto produzido é tratado nos próprios estabelecimentos. Mais uma razão para conhecer os hotéis em plena floresta.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.