Galaxy Tab 10.1

Com ótimo acabamento e design, o Galaxy Tab 10.1 quase foi proibido.

Após inúmeros processos da Apple, alegando extremas semelhanças com relação ao iPad, a Samsung teve o lançamento do Galaxy Tab ameaçado. As semelhanças no design são perceptíveis, com mudanças nas cores e alguns detalhes. Mas os principais atributos desse tablet são os componentes internos.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Com processador ARM Cortex A9, com clock de 1 GHz dual core, memória RAM de 1 GB e tela de 10,1 polegadas, o Tab consegue superar o rival da maçã em hardware. Porém o iOS se mostra mais fluido e possui uma gama maior de aplicativos que o Honeycomb 3.1, assim como ebooks, revistas e demais conteúdos.

O Tab conta com DLNA e suporta diversos formados de vídeos, como WMV, H.264, H.263, MPEG4, Xvid, DivX e VP8, se tornando capaz de reproduzir a maioria das mídias disponíveis. Sua resolução é de 1280 x 800 pixels, com bom brilho e fidelidade às cores. A reprodução de vídeos é de 1080p e não causam sofrimento ao aparelho, mas sua saída HDMI acaba sendo um gargalo, por garantir apenas resolução de 720p.

A interface é a TouchWiz, característica da família Galaxy, que é uma versão modificada do Android. A principal novidade para esse aparelho é a possibilidade de executar aplicativos sem ocupar a tela inteira, dessa forma a multitarefa ficou ainda maior, tornando o tablet ainda mais próximo de um computador normal. Alguns aplicativos pré instalados se utilizam disso, como o Calendar, Task Manager e o Calculator, mas o número de apps que utilizam esse recurso é pequeno.

Um destaque do Tab 10.1 é o teclado virtual. Se um aplicativo conta com entrada de texto, o tablet apresenta um teclado com teclas largas, ocupando metade da área disponível, o que torna fácil e rápida a digitação. Existem também quatro opções de teclado, o TalkBack, um da Samsung, um próprio do Android e um Swype. Dessa forma a adaptação ao produto se faz de forma ainda mais rápida.

Se o Galaxy Tab 10.1 é ou não uma cópia do iPad, não saberemos, mas seus predicados contam a favor e tornam a briga ainda mais acirrada. Seu preço sugerido é de R$ 1999.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.