Exercícios de força e alimentação ajudam a ganhar músculos

Alimentação balanceada combinada a exercícios de força garantem um corpo malhado.

Para se desenvolverem, os músculos pedem exercícios e alimentação balanceada, rica em proteínas, que devem representar 15% da dieta. Um estudo da Universidade de Connecticut (EUA) demonstrou que o ganho de músculos depende em 70% da alimentação e descanso e o restante, de exercícios de força.

Exercícios com pesos ajudam a ganhar músculos. Comece a série com a barra vazia e vá colocando os discos à medida que perceber que o corpo não está sendo exigido.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O melhor exercício é aquele em que o corpo precisa ultrapassar limites: isto provoca estresse físico e o organismo responde a isto aumentando a massa muscular.

Passados 30 minutos dos exercícios, recomenda-se uma refeição combinando proteínas (carne, leite, ovos) e carboidratos (massas, arroz). Neste intervalo, o corpo vai entender que precisa repor nutrientes no fígado e nos músculos e por isto não aumenta os estoques de gordura.

É importante lembrar que, para ganhar músculos, é preciso se livrar primeiro da gordura localizada (nos homens, principalmente no abdômen, nas mulheres, no quadril e coxas). Para queimar gordura, muitos pensam que os abdominais são a melhor opção, mas é um engano. O ideal são exercícios aeróbicos: caminhar, correr, pedalar, nadar, sempre saindo da zona de conforto (você precisa se cansar durante o exercício. Na sequência do treinamento, os halteres são uma boa opção.
Os melhores alimentos para ganhar músculo são:

• ovo. É o alimento com maior valor proteico depois da carne vermelha e sua gema tem vitamina B12 (que ajuda a eliminar gordura e aumenta a contração muscular);

• carne. É a maior fonte de creatina, responsável pelo aumento da força e resistência muscular. Contém ferro, zinco, vitaminas B3 e B12, que auxiliam no ganho de massa muscular;

• salmão e sardinha. Além de fontes de proteína, estes peixes são ricos em ômega 3, gordura “do bem”, que fortalece o sistema cardiorrespiratório e melhora as articulações;

• iogurte. Depois de uma sessão de exercícios, o iogurte, que combina proteína e carboidrato, ajuda a recuperar os músculos. Os carboidratos do iogurte (derivados das frutas) aumentam o nível de insulina e impedem que o organismo queime músculos para repor a energia perdida com a malhação;

• amêndoas, castanhas e nozes. São antioxidantes (evitam o envelhecimento precoce da pele) e baixam o colesterol ruim. Para quem está em treinamento para ganhar músculos, recomenda-se a ingestão de cinco unidades antes das refeições principais. Elas conferem saciedade, evitando que o atleta coma em excesso.

Água e café também são importantes. A desidratação prejudica bastante o desempenho nos treinos. Já o café melhora a concentração e a disposição para malhar. É antioxidante e elimina gorduras.

Antes de praticar qualquer treinamento, consulte um médico e um educador físico, para garantir que a saúde está em dia e os exercícios estão sendo feitos do modo correto.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.