E o raio caiu duas vezes no mesmo lugar

Acredite isso é possível!

Os raios são uma fonte natural de eletricidade, mais tecnicamente falando, são descargas atmosféricas em forma de faíscas. O trovão é apenas o som que o raio produz ao cair, se você viu um clarão no céu e demorou alguns segundos para ouvir o trovão, pode ficar tranquilo que o raio caiu bem longe, se ele caísse perto de você, esta pausa entre o clarão, conhecido como relâmpago, e o som nem existiria. Um raio pode chegar a atingir 125 milhões de volts e mesmo que caia com menor intensidade já será o suficiente para causar incêndios, mortes, abrir enormes crateras no chão e destruir árvores e construções.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Os raios são as descargas de eletricidade que acontecem entre a nuvem e a Terra e as nuvens de tempestade estão carregadas desta eletricidade, podem acontecer descargas elétricas entre nuvens ou até mesmo dentro delas, mas estas não são consideradas raios, são apenas relâmpagos.

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE, o aumento da incidência de raios no planeta pode ter relação com as alterações climáticas, mas não existem dados que comprovem esta suposição. O que existe é uma série de análises climáticas e estudos, que são constantemente aprimorados, para entender a ocorrência cada vez mais frequente deste fenômeno da natureza.

No Brasil, somente nas regiões Sul e Sudeste a incidência de raios chega a 25 milhões por ano e ocorrem principalmente no verão, onde o volume de chuvas costuma ser maior e mais violento. A maior parte das pessoas que sofreram descargas elétricas causadas por raios estavam em locais descampados ou abertos como a praia, por exemplo, ou dentro da água e mesmo que esta descarga não resulte na morte do indivíduo, seus danos são muito graves, podendo causar sérias queimaduras, traumatismos, paradas cardíacas e desmaios. E saiba que um raio pode sim cair duas vezes no mesmo lugar! É bem difícil, mas não impossível, pois é uma questão tão somente de probabilidade. Um raio pode atingir um número imenso de lugares completamente diferentes, o que depende apenas das condições climáticas e atmosféricas e por isso é bem improvável que um raio atinja duas vezes o mesmo local, mas que pode acontecer pode! Então o melhor mesmo a fazer é estar em um lugar bem protegido quando os raios chegarem, afinal não custa nada permanecer longe de objetos metálicos, que podem ser condutores de eletricidade, desligar aparelhos da tomada e estar em um ambiente coberto que, dê preferência, possua para-raios.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.