Dicas para secar a barriga

Exercícios físicos, dietas, malhação. Afinal, o que resolve de verdade quando o assunto é secar a barriga?

Existem várias dietas espalhadas por aí, que prometem secar a barriga em até dois dias. Mas quando se fala em forma física, milagres não existem. Mesmo que elas deem resultados, ninguém vive em dieta para sempre. Com algumas dicas que vamos apresentar a seguir, é possível ficar com o corpo sarado. Mas é preciso tempo e disciplina.

Dicas para secar a barriga

Nos dias de hoje, muita gente faz as refeições rapidamente, para poder dedicar-se mais tempo às suas atividades. Mas o primeiro truque para secar o abdômen vai na contramão: é a calma. Faça suas refeições com tranquilidade, mastigue bem e os o organismo vai absorver melhor os nutrientes. Comer depressa prejudica a digestão, porque os alimentos chegam em bocados grandes ao estômago e dão mais trabalho para o sistema digestivo.

Não é engolindo gordura que você vai perder uns centímetros da cintura.Esqueça as carnes gordurosas, as grandes porções de carboidratos. Se quiser tem uma barriga sequinha, prefira cortes magros de carne, vegetais e capriche na ingestão de fibras, mas sem exagerar: elas dão sensação de saciedade, mas em excesso podem causar problemas gastrointestinais.

Coma menos no almoço e jantar e faça pequenos lanches no meio da manhã e da tarde. Pode ser uma fruta ou uma barra de cereais. Ninguém pode alegar que não tem tempo para comer uma maçã ou pera. À noite, dê um tempo para seu corpo digerir os alimentos: nada de comer e deitar-se em seguida.

Os alimentos integrais (pão e farinha) baixam o índice glicêmico, que “avisa” o corpo para produzir mais insulina, hormônio que determina aumento do estoque de gordura. Alimentos muito salgados, especialmente os industrializados e embutidos são bons aliados do “efeito estufa”. O excesso de sódio provoca retenção de líquidos, irrita o intestino e aumenta a formação de gases. Se exagerar, aposte numa água de coco ou uma banana, que são ricos em potássio e ajudam a eliminar o sal.

A água é fundamental para a hidratação, mas esqueça o precioso líquido durante as refeições. Ela dilui o suco gástrico, favorece a fermentação e o volume da cintura. Convém evitar também os refrigerantes e bebidas alcoólicas.

Diminua o consumo de leite, feijão e lentilha, que são ricos em carboidratos não absorvíveis e provocam inchaço.

Agora, sobre os exercícios. Ao contrário do que se pensa, os abdominais não queimam gordura: o objetivo deles é fortalecer os músculos da barriga, mas é preciso afiná-la antes. Para isso, o melhor são os aeróbicos: caminhar, correr, pedalar, nadar. Muita gente acha que é chato exercitar-se, mas acontece justamente o contrário: o exercício libera endorfinas, hormônio associado ao bem-estar, que dá prazer à atividade. É só começar e conferir: em pouco tempo, você vai estar pronto para se exibir na praia ou piscina.


GRÁTIS: Receba atualizações por Email:

Cadastre seu email e receba atualizações do Blogadão no seu e-mail. É grátis!

Comente no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 comentários

    Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.