Dicas para não desperdiçar comida

A sobra da refeição de ontem pode ser o cardápio apetitoso e nutritivo de hoje. Saiba como evitar o desperdício e ganhar em sabor.

A maioria dos legumes e verduras pode ser aproveitada totalmente, desde a folha ao talo. Deixar de fora da refeição qualquer parte é um desperdício ao bolso e a sua saúde.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Parte dos alimentos possuem muitas vitaminas e ainda nos permitem preparar pratos saborosos, nutritivos e econômicos. Além de proporcionar a facilidade em variarmos no cardápio, com sopas e refogados a bolinhos e farofas. O mesmo pode ser compreendido às frutas. Por exemplo, as cascas da pera, maçã, laranja, abacaxi, manga e limão, quando batidas no liquidificador, podem se tornar deliciosos sucos, geleias e recheios para tortas e bolos.

Desde frutas às verduras, todos esses alimentos são fontes de nutrientes. Por isso não desperdice. Aprenda como variar o menu da sua família, sem jogar nada que preste fora.

1- Saiba armazenar
• A maneira de guardar legumas, verduras e frutas faz toda a diferença na validade do produto. E, principalmente, o seu aproveitamento por completo.

• Vegetais devem ser postos em sacos plásticos na gaveta de baixo da geladeira. Somente os lave na hora do seu preparo.

• As mesmas dicas servem para as frutas. A lavagem pode machucar a casca e remover a proteção natural que algumas frutas possuem isso faz com que elas estraguem mais rápido.

• As hortaliças podem ser lavadas antes do consumo com 1 colher (de sopa) de água sanitária e 1 litro de água. Escorra toda a água e deixe-as secar antes de guardá-las. Para armazená-las, uma vasilha com tampa pode ser uma boa solução.

• Os ingredientes secos, como cereais, café, sal, farinha e açúcar devem ser guardados em recipientes fechados, em um lugar limpo e arejado. Também devem estar longe dos produtos de limpeza.

• Coloque sempre os produtos que estão mais próximos do vencimento na frente, para serem consumidos primeiro.

2- Reaproveite
Talos e cascas, que costumam ser jogados fora são fontes de vitaminas, ferro, potássio e entre outros nutrientes, que na maioria dos alimentos não está presente em maior quantidade na polpa ou folha.
Caso você não vá usá-los de imediato, podem ser congelados para que sejam utilizados numa próxima refeição.

3- Congelamento
• Retire o alimento de sua embalagem, lave-o e divida-o em porções que possam ser consumidas de uma única vez. Guarde-o em potes plásticos tampados ou sacos plásticos e congele o que não for usar.

• Os vegetais são melhores conservados se passarem por um processo de choque térmico. Para isso, ferva água e coloque o vegetal, depois o retire e mergulhe-o em uma bacia com água gelada. Ele aguenta até três meses se congelado. Não se esqueça de deixá-lo secar antes de levar o freezer.

4- Descongelamento

Quanto mais tempo levar para que o alimento descongele, melhor será o seu aproveitamento. Se for possível, retire-o do freezer 24 horas antes de seu preparo e deixe-o na geladeira. Se não puder esperar, descongele-o diretamente na panela e jamais em água parada para que não seja contaminado.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.