Depressão: Como identificar sintomas psíquicos e físicos

A depressão apresenta sintomas psíquicos e físicos que devem ser observados e identificados para que se possa recorrer prontamente à um tratamento com um profissional da área da saúde.

Muitas pessoas ficam realmente em dúvida quando questionadas se sabem identificar os sintomas de uma depressão. Também é muito comum ouvir relatos de pessoas que passaram por uma situação muito difícil seguida de tristeza e apatia dizerem que tiveram depressão. Porém, a depressão vai muito além de um período de tristeza, sendo uma doença muito séria e que precisa de tratamento específico. A genética tem um papel fundamental sobre a depressão, mas ainda se discute se esse é realmente um fator determinante, pois indivíduos sem propensão genética também podem desenvolver distúrbios depressivos.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O número de pessoas com transtornos mentais e de pacientes tratados com antidepressivos e outros medicamentos psicoativos vem crescendo paulatinamente. Para se ter uma idéia, antigamente dizia-se que 1 em cada 184 americanos apresentava sintomas de depressão. Hoje esse número passou para 1 em cada 76 americanos.

Os sintomas de depressão são facilmente identificados, mas é importante lembrar que o diagnóstico só pode ser dado por um profissional da área da saúde.

O apetite costuma ser reduzido e não há nada que se possa fazer para que a pessoa sinta vontade de alimentar-se. Isso pode impactar severamente no peso e na saúde da pessoa em questão, desencadeando outros problemas além da depressão. Além disso, o sono também costuma afetado, podendo ir da insônia até vontade constante de ficar apenas dormindo. Outros fatores físicos são dor de cabeça, sensação de opressão no peito, sensação de falta de ar, dor nas costas, queda de cabelo e perda do desejo sexual.

No caso de sintomas psíquicos, podemos citar o sentimento de tristeza profunda, sentimentos de culpa e desvalia, dificuldade para tomar decisões e se concentrar, perda de interesse por tudo o que ocorre, falta de vontade de emitir opinião sobre qualquer fato e pensamentos suicidas.

Um teste que pode ser feito é observar quais os sintomas citados acima são apresentados. Se a pessoa apresentar muitos destes sintomas, é grande a probabilidade de que ela esteja em quadro depressivo.

Uma pessoa que tenha sido diagnosticada com depressão precisará se tratar sempre, pois é preciso estar sempre atendo às possibilidades de recaída. O tratamento é feito com medicamento, mas atividades culturais e relacionamentos ajudam muito o paciente a recuperar a auto-estima e seu ritmo de vida.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.