Conjuntivite: Sintomas e Tratamento

Os principais sintomas são olhos vermelhos e lacrimejantes. Em épocas mais frias,onde o índice de conjuntivite aumenta, é muito importante saber detectar e tratar essa doença

A conjuntiva é uma fina membrana transparente que recobre a parte interna das pálpebras e a esclera – parte branca do nosso olho. A conjuntivite ocorre quando os vasos desta região inflamam, deixando uma das marcas mais características de quem está com essa enfermidade, que são os olhos vermelhos e irritadiços. Apesar de muitas pessoas não saberem, existem três tipos diferentes de conjuntivite: a conjuntivite pode ser bacteriana, viral ou alérgica. Conheça um pouco sobre a doença, causas, sintomas e tratamentos.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

No caso da conjuntivite viral, ela ocorre pela ação do Adenovírus e é extremamente contagiosa. Basta que a pessoa infectada esfregue os olhos e toque algum lugar para que outra pessoa possa ser contaminada. Ao mesmo tempo em que a conjuntivite viral é extremamente contagiosa, a conjuntivite viral é sanada num espaço de 7 a 10 dias e sem necessidade de intervenção médica, apenas repouso para evitar o contágio de outras pessoas.

No outono e inverno é que vemos o aumento do índice de conjuntivite alérgica. Isso ocorre porque estamos mais propensos a ter uma reação alérgica a alguma substância, que pode ser pólen, poeira, pelos de animal, etc. A queda de temperatura, a baixa umidade e o resfriamento do ar fazem com que essas substâncias não se dispersem e acabem desencadeando os sintomas da doença. De qualquer forma, a conjuntivite alérgica não é contagiosa e quem está com esse tipo de conjuntivite não precisa se ausentar das suas atividades diárias, devendo apenas seguir o tratamento indicado por algum especialista médico.

Já a conjuntivite bacteriana não é tão comum e é causada pela ação das seguintes bactérias: Staphylococcus aureus, Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae, Moraxella catarrhalis e Pseudomonas aeruginosa. Ela é transmitida da mesma forma que a conjuntivite viral, ou seja, por contato, mas pode ser tratada com colírios e antibióticos específicos.

Sabendo de todos os dados acima, fica mais fácil detectar uma conjuntivite, assim como preveni-la. E vale lembrar que óculos escuros podem até ajudar a combater a sensibilidade à luz que acomete que está com essa doença, mas não previne a transmissão da mesma. E independente do tipo da conjuntivite que se tenha, o ideal é sempre lavar os olhos com soro fisiológico frio. Aos que usam lentes de contato, é sempre recomendado suspender o uso até o final da crise, sem exceção.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.