Como surgiu a linguagem humana?

Afinal, de onde vem a nossa capacidade para a comunicação?

Segundo o dicionário, a linguagem humana é o conjunto de símbolos e signos que utilizamos como instrumento de comunicação. Mas na verdade, se falarmos somente de linguagem, independente se humana ou não, podemos afirmar que ela é qualquer meio utilizado para a comunicação, sendo assim sabemos que os animais também possuem a sua própria linguagem, mas a fala, a linguagem verbal através da expressão de pensamentos, é algo relacionado somente aos seres humanos.

Como surgiu a linguagem humana?

Sabemos que a criança começa a se comunicar através da linguagem por volta de seus dois anos de idade, até então a sua percepção do mundo à sua volta está mais ligada a experiências sensoriais e motoras do que a linguagem humana propriamente dita. Nesta fase, a criança começa a se dar conta da simbologia e passa a aprender as coisas não mais somente através de suas próprias experiências, mas também através da linguagem adquirida.

Há uma teoria que afirma que a criança já nasce com esta predisposição para aprender a linguagem humana, mostrando que o cérebro já estaria preparado para receber os estímulos da linguagem e que está geneticamente predisposto, ou seja, é como se a linguagem já estivesse contida no cérebro, antes mesmo de aprendermos a lidar com ela, sendo assim, a partir do momento que a criança tem contato com a linguagem humana ela poderá aprender facilmente a sua composição e conseguirá desenvolvê-la.

Em contrapartida, existem outras teorias que afirmam que a linguagem humana surge de fatores ambientais e que a criança a desenvolve por conta de sua interação com seus pais, professores e pessoas a sua volta, sendo assim nossa capacidade de fala não dependeria somente de acionar o “dispositivo interno” da linguagem, mas sim da sociedade, ou melhor, do sistema de sociabilização que sofremos nos grupos aos quais fazemos parte.

Atualmente há um consenso de que as duas vertentes são igualmente importantes, pois é fato que existe um fator genético envolvido, já que somos os únicos seres capazes de desenvolver a fala com tantos recursos e símbolos, pois outros seres, mesmo expostos ao mesmo ambiente que os seres humanos, não têm a capacidade de aprender a fala, e o ambiente também influencia, já que é clara a diferença na linguagem desenvolvida de acordo com o ambiente em que as pessoas vivem. Se não fosse assim não teríamos línguas diferentes conforme o país em que se vive ou padrões de linguagem mais ou menos cultos determinados pelo ambiente a que somos expostos durante a nossa fase de desenvolvimento.

Segundo o estudo da neurologia, sabemos que o desenvolvimento da linguagem é similar ao desenvolvimento da locomoção, da visão ou de outro sistema orgânico, mas diferente destes outros sistemas, a linguagem pertence somente à espécie humana e por isso, é mais difícil de ser estudada, contudo, os estudos avançam e conforme se conhece as causas dos distúrbios de linguagem, mais se entende sobre ela e sobre a influência tanto dos fatores genéticos quanto dos fatores ambientais que envolvem a nossa capacidade para a comunicação.


GRÁTIS: Receba atualizações por Email:

Cadastre seu email e receba atualizações do Blogadão no seu e-mail. É grátis!

Comente no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 comentários

    Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.