Como evitar o mau hálito?

Provocado por bactérias, o mau hálito é um incômodo fácil de ser evitado.

O mau hálito é bastante comum, mas difícil de ser detectado, porque tendemos a nos acostumarmos com nosso cheiro pessoal.

Os seres humanos convivem com bilhões de seres microscópicos no organismo. Alguns são benéficos, auxiliando no processo digestivo, por exemplo, outros são prejudiciais e muitos são neutros. É o caso das bactérias que vivem na nossa boca: são centenas de espécies diferentes, que provocam odores desagradáveis. Para ter ideia do tamanho do problema, algumas bactérias, quando ingerem alimentos, eliminam escatol, que também é encontrado nas fezes, e putrescina, substância associada à putrefação da carne. É preciso encontrar meios para evitar o mau hálito.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Como foi dito estes microrganismos são a causa mais comum do mau hálito (especialistas indicam que entre 85% e 90% dos casos, o mau cheiro é formado na boca), mas não a única. Problemas respiratórios, estomacais e de refluxo esofágico também provocam maus odores e podem indicar problemas de saúde. Neste caso, é preciso consultar um médico.

Para evitar o mau hálito, em primeiro lugar, é preciso manter a boca limpa. Isto parece óbvio, porém há estudos de que cerca de um terço dos brasileiros nunca escovou os dentes e boa parte não escova corretamente. A boa higiene bucal inclui a língua, gengivas e palato, além dos dentes, depois de cada refeição. Se não for possível, ao menos enxágue a boca com bastante água. Não se esqueça de, ao menos uma vez por dia, usar o fio dental. Restos de comida entre os dentes são o jeito mais fácil de conseguir o famoso “bafo de onça”.

Com a correria dos dias atuais, muita gente pula refeições, principalmente o café da manhã. Para quem quer evitar o mau hálito, esta não é uma boa estratégia. A refeição matinal limpa a cavidade oral e estimula a produção de saliva.

A língua com aparência rosada é sinal de hálito fresco. Se estiver seca e esbranquiçada, o alerta está dado. O cigarro é um dos fatores que resseca a boca, provocando mau hálito.

Cuidado com o que você come. Além dos vilões mais famosos, como o alho e a cebola, alimentos gordurosos e de difícil digestão ficam “conversando” no nosso estômago: provocam azia e mau hálito. Já a cenoura, aipo e maçã ajudam a “limpar” a boca. Se a feijoada for “inevitável”, disfarce com balas de menta, mas lembre-se: é só um disfarce. Goma de mascar sem açúcar é talvez a opção ideal. Ajuda a hidratar e oxigenar a boca, o que mata parte das bactérias.

Consulte o dentista regularmente. A placa bacteriana, gengivites e cáries provocam mau cheiro.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.