forbrukslån | raskt forbrukslån | forburkslån

Como é feita uma espada

Utilizada antes como arma principal por guerreiros e samurais, a espada é hoje usada em cerimônias e coleções. Veja como essa arma é forjada, e não tente fazer em casa.

As espadas são feitas por meio do aquecimento e modelação do aço. Após tomar forma a espaça sofre um tipo de tratamento térmico, para determinar o grau de dureza e elasticidade. Só então a lâmina é afiada.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

No século 15 as espadas serviam como armas em combates. Os samurais desejavam espadas de qualidade, assim como os cavaleiros. Não houve muitas mudanças no modo de “fabricar” uma espada, mas atualmente esse item é usado como parte de coleções e acervo militar.

1. Para iniciar a forja, uma barra feita de ferro e carbono (composição do aço) é aquecida até chegar a aproximadamente 700 ºC. Dependendo da espada, é utilizada maior quantidade de ferro, ou de carbono. A desvantagem de uma lâmina que contém muito carbono é que ela se torna muito dura e pouco elástica, podendo quebrar com mais facilidade.

2. Nos dias de hoje o espadeiro utiliza uma espécie de prensa para bater e modelar o aço quente. O oxigênio é retirado da liga, através da compressão, tornando o aço mais firme. Depois de esfriar o metal é novamente aquecido para ficar mole.

3. Com o aço moldável e vermelho de calor, o espadeiro marca algumas dobras em todo o comprimento da barra, para o níquel e o cromo, além de outras substâncias misturarem-se bem, antes do aço ser novamente prensado. Forjadores mais antigos modelam a espaça na base de pancadas à marreta.

4. Para equilibrar a dureza e elasticidade, o núcleo da espada deve ser feito de aço flexível, e outras duas barras de aço resistente vão em volta. Após mais batidas e prensadas, ambos se misturam.

5. Sobre uma bigorna, o ferro recebe pancadas mais “caprichadas”, para ficar mais longo e com a parte de corte mais fina.

6. Depois de estar no comprimento, densidade e formato ideais, o forjador define os últimos detalhes em um esmeril (pedra para polir metais). Nesse momento a lâmina fica mais lisa, com atestas definidas. Para dar brilho, uma lixa ou pedra especial é usada.

7. O tratamento térmico é feito com argila. Com o aço ainda quente e coberto com argila, a espada é submersa em óleo mineral ou água. Depois de ser aquecida para finalizar, resfria vagarosamente, para atenuar a dureza.

8. Após ser polida novamente para realçar a marca deixada por uma grande quantia de barro, a espada é novamente polida e depois afiada, no lado mais duro.

9. Uma katana pode demorar mais de quatro dias até passar por todo o processo. Depois de polida, finalmente a espada recebe o cabo, e está pronta para a luta, ou para decorar alguma estante de colecionador.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.