Como é feita a salsicha?

Até um tempo atrás a composição da salsicha era um mistério. Hoje se sabe que possui carne bovina, gordura suína e condimentos.

As salsichas não são repugnantes por dentro como muita gente pensa. No processo quase não há contato humano e a higienização é essencial. A parte menos agradável é a seleção das carnes, pois a salsicha é geralmente feita com qualquer parte de bois, frangos ou porcos, especialmente as partes que ninguém consome, como as vísceras e as bochechas. Vários condimentos também compõem a receita.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Assim como todos os embutidos, a iguaria tem esse nome por ser um alimento transformado em material pastoso que depois vira recheio de reservatórios orgânicos, como tripas de animais, ou inorgânicos ou artificiais, feitos de colágeno.

Os ingredientes e as etapas do processo recebem algumas pequenas modificações, de acordo com o tipo de salsicha. Conheça como as salsichas industriais são produzidas.

1. Matéria-prima e Trituração

O primeiro passo é a seleção da matéria prima, que recebe o nome de carne industrial. O ingrediente inicial depende do tipo, mas normalmente utiliza-se sobras de frango, boi ou porco. Todas as carnes são fiscalizadas e recebem o selo do SIF, então são enviadas para as indústrias. As carnes congeladas passam por várias máquinas que transformam os pedaços em partes pequeninas.

2. Emulsão

O cutter é um aparelho que faz as carnes trituradas virarem uma massa fluida e homogênea. Sal, amido de milho, alguns conservantes e temperos são adicionados à receita, que adquire cor rosada. Quase metade da mistura é carne, e a outra, condimentos.

3. Embutimento

O embutimento em si começa nessa fase, quando a pasta vai para as tripas naturais ou artificiais. As tripas artificiais são amarradas também por meio de máquinas, mas algumas orgânicas precisam ser amarradas manualmente, por serem frágeis.

4. Cozimento

Depois de torcido ou amarrado o produto é submetido a temperaturas de 80º C. Quando a vsalsicha está a 70º C por dentro, é hora de parar. No caso das salsichas defumadas, estas são submersas em uma mistura com essência de madeira, que dá o sabor diferente.

5. Resfriamento

Após cozidas, elas são resfriadas com água para destruir as bactérias da estufa para que a pele se solte, não desfazendo o formato do produto.

6. Tingimento

Aqui a salsicha é tingida, para ganhar uma cara mais bonita. O urucum, de origem natura, é usado para colorir. Depois vem a embalagem a vácuo, que mantém o produto propício ao consumo por mais tempo. Apesar de todas as etapas de higiene e preparação, é bom ferver as salsichas antes de comer, só para garantir.

O vídeo abaixo mostra como funciona uma indústria de salsichas.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.