forbrukslånhjelpen | lån på dagen | forbrukslån ferie

Caspa: Aprenda como acabar definitivamente

Caspa: Acabe com o incômodo de forma rápida e eficiente.

Quem tem cabelo oleoso costuma sofrer de diversos problemas referentes ao excesso de oleosidade no couro cabeludo. A caspa e a seborreia são exemplos de incômodos que podem afetar até mesmo a autoestima de quem sofre do problema.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Embora sejam transtornos simples, se a pessoa não obtiver nenhum resultado com a mudança de hábitos e as receitas caseiras, o médico dermatologista especializado em tricologia (pelos e cabelos) deve ser consultado para avaliar o problema e indicar a melhor solução.

A caspa pode ser causada por um fungo que se aloja no couro cabeludo e que se alimenta justamente da oleosidade da pele. Por isso é tão importante higienizar os fios. Para minimizar o problema do excesso de oleosidade não se deve deixar de lavar os cabelos, pelo contrário. Adotar uma rotina de higiene adequada e frequente é essencial para acabar com a descamação do couro cabeludo e com as feridas causadas pela coceira.

Lance mão de um shampoo anticaspa (há diversas marcas no mercado e pode-se escolher uma que caiba no seu bolso e no seu gosto, por indicação de algum amigo que já tenha usado ou por conselho médico) e use-o a cada lavagem, sempre com água fria. A temperatura da água do banho é essencial para poder controlar a oleosidade capilar, já que a água quente estimula as glândulas sebáceas, prejudicando o couro cabeludo que acaba produzindo mais óleo para se “proteger” do ressecamento causado pela alta temperatura da água.

A alimentação também tem papel essencial na produção de óleo pelo organismo. Assim, prefira alimentos menos gordurosos e tome bastante água para tornar a pele mais limpa e hidratada de dentro para fora – os cabelos vão ficar mais saudáveis e brilhantes, acredite!

Evite usar gorros, bonés e chapéus, em especial com os fios úmidos ou molhados, pois esses acessórios tendem a abafar o couro cabeludo, tornando-o um ambiente perfeito para a proliferação dos fungos que causam a caspa. O abafamento também pode levar à perda precoce dos fios, colaborando para o surgimento da temida calvície nos homens que já tem a predisposição genética a padecer do transtorno.

É preciso ficar atento também ao tipo de descamação que o couro cabeludo apresenta e em qual época do ano. Muitas pessoas costumam ir às praias e piscinas durante o verão para se bronzear. Apesar de passarem protetor solar em todo o corpo, o couro cabeludo costuma ser negligenciado, embora ele também seja passível das queimaduras solares. Dessa forma, quando retornam para casa depois da temporada de férias, tem muita gente que culpa a maresia e o cloro da piscina como causadores da caspa, sendo que na verdade o couro cabeludo está descamando para renovar a pele, como acontece com o resto do corpo que descasca após o bronzeado sem proteção.

Para evitar este tipo de problema, basta aplicar protetor solar próprio para os fios também no couro cabeludo – uma atitude simples e que pode prevenir os indesejados flocos brancos nas roupas.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

01 Comentário

  • esta informação foi muito boa já que tenho uma filha de pouca idade , mas que já possa por um pedacinho agora com este calor, pois ela arruma um coceira na cabeça que ela mesma fica até nervosa de tanto que cosa quando esta suada ai o jeito tadinha e só dando um banho nela para lavar i tirar o suor de sua cabeça…

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.