Capitalismo: o sistema econômico que domina o mundo

Ele já dividiu o mundo ao meio e hoje venceu o socialismo e praticamente está em todos os lugares do mundo.

Tudo começou no século XVIII com a grande revolução industrial que provocou um grande êxodo, as máquinas surgiram, e mais do que nunca era preciso à mão de obra humana para que fosse suprida e sustentada a grande demanda de produtos e serviços, fatos peculiares deste século. Com isso, milhares de pessoas foram atraídas para as grandes cidades e a escravidão do homem só mudou de formato.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

O capitalismo simplesmente aconteceu ninguém o planejou como o socialismo que sempre foi uma ótima teoria, mas que na prática não passou de uma utopia que nunca iria funcionar. Somente alimentou a mente de revolucionários como Karl Max e Ernesto Che Guevara. O capitalismo está em qualquer meio onde há o lucro, a produção e a comercialização de mercadorias, em alguns pontos o capitalismo fez e faz bem ao mundo, como universalização das empresas, a globalização, a troca de tecnologias.

As grandes multinacionais proporcionaram emprego a pessoas em todo o mundo, gerando assim mais renda e a possibilidade de consumo de bens e serviços.

Mas nessa grande onda de lucro e produção, o mais importante e que deveria ser mais respeitado, a mão de obra humana, fez com que o trabalhador fosse explorado ao seu máximo. No começo desse processo, as jornadas de trabalho eram em torno de quatorze a quinze horas de trabalho por dia. Sem direito a hora de almoço ou paradas. As condições de trabalho no começo da industrialização eram sub-humanas.

Somente após muitas batalhas greves em que alguns trabalhadores heróis pagaram com a própria vida para conquistar direitos como: as férias, décimo terceiro, o descanso semanal remunerado e a indenização de rescisão de contrato sem justa causa.

O Brasil também é um país muito industrializado, considerado uma das maiores economias do mundo. Porém essa ascensão capitalista trouxe outro grande problema. A desigualdade social. Um grande problema de difícil solução. Um grande abismo foi gerado entre ricos e pobres. O capitalismo é um dos fatores que contribuem para deteriorar esse quadro. É correto afirmar que ninguém tem culpa, a industrialização foi uma coisa que explodiu ninguém calculou que as grandes cidades inchariam, não sendo capaz de suportar todo esse desenvolvimento, gerando assim um grande de miseráveis.

Mas segundo especialistas o problema da centralização capitalista em regiões como a região sul e sudeste, não é algo sem solução. Uma das alternativas seria se os grandes empresários se unissem para distribuir melhor a renda nacional, criando empresas no norte e nordeste. Isso evitaria que cidades como: São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, não recebessem tantos imigrantes de outras regiões, sem estudo e sem preparo, o que dificulta em arranjar um emprego nestas cidades.

Enfim este é o problema da evolução. O capitalismo trouxe um grande acúmulo de riquezas a uma pequena parcela da população mundial. Esta parcela são os imperadores e reis da era moderna são pessoas excêntricas e extravagantes. E que pagam uma grande quantia em produtos como: carros, joias, mansões, jatos, navios, entre outras peculiaridades de bilionários. Enquanto isso a maioria da população mundial sofre de stress, endividamento, injustiças sociais, violência, falta de atendimento na saúde, mortes e falta de moradia. Este é o capitalismo em que vivemos. O capitalismo é a prova viva da funesta revolução econômica em que se empobrecem cada vez mais os pobres e se enriquece cada vez mais os ricos.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.