forbrukslånhjelpen | betale depositum med lån | forbrukslån på dagen

Candidíase: Sintomas e tratamento

A candidíase é um processo infeccioso que, apesar de não ser grave, pode trazer muitos incômodos às mulheres. A candidíase é comum, mas pode ser evitada ou, pelo menos, tratada. Conheça mais sobre a doença, tratamento e prevenção:

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

 

O principal sintoma da candidíase é a coceira nos órgãos genitais. Apesar de ser mais comum nestes órgãos, a doença pode acometer também a pele, boca, intestino e estômago.

O problema aparece com o aumento do fungo Cândida Albicans, que se prolifera na umidade. Mulheres que utilizam calças, meia-calças e shorts que não permite a ventilação no local com muita freqüência têm mais chances de ter o problema. Grávidas e mulheres com sistema imunológico baixo também estão mais suscetíveis a ter a doença.

Além da coceira, ardor ao urinar e durante as relações sexuais, vermelhidão no órgão genital e corrimento branco podem indicar a presença da candidíase.

Para evitar a candidíase é importante evitar uso de toalhas e roupas íntimas úmidas, não compartilhar peças íntimas; deve-se manter a higiene adequada no local e procurar usar roupas confortáveis, que ajudam a ventilação no local, durante as horas de sono.

O tratamento mais recomendado para a doença é o uso de pomadas para aplicação local ou medicamento via oral específico para combater o fungo. Geralmente é indicado o uso de medicamento oral também para o parceiro sexual, para que evite a proliferação do fundo também no parceiro da paciente.

Para evitar a transmissão da candidíase através da relação sexual é fundamental o uso de preservativo.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.