Câncer de Mama: 9 passos para prevenir

O segundo tipo de câncer que mais mata as mulheres no Brasil todos os anos, pode ser evitado, descubra como.

O câncer de mama ocorre mais entre o sexo feminino, e os casos de morte pela doença ainda são altos no Brasil. Justamente por conta do diagnóstico avançado, resultando num tratamento tardio. No entanto, o mal pode ser identificado facilmente e, se tratado no início, as chances de recuperação são substancialmente altas. É possível se prevenir, descubra como.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

1. Mantenha um peso corporal saudável (IMC inferior a 25)
O ganho de peso na meia-idade, independente do IMC, foi mostrado que pode aumentar significativamente o risco de câncer de mama.

2. Minimizar ou evitar o álcool.
O uso do álcool é o fator de risco que mais aumenta as chances de câncer de mama (excluindo a predisposição). um estudo da Harvard apresentou que consumir uma bebida alcoólica por dia pode elevar o risco de câncer de mama em até 20-25 por cento.

3. Consumir muitas frutas e vegetais quanto possível.
Coma sete ou mais porções por dia. As principais que ajudam na proteção contra o câncer de mama incluem todos os vegetais crucíferos (brócolis, repolho, couve de Bruxelas, couve-flor); folhas verdes escuras (couve, agrião, espinafre), cenouras e tomates. As frutas cítricas são poderosas também nesse sentido. Nota: é melhor consumir os vegetais crus ou levemente cozidos.

4. Exercite-se regularmente sempre.
Muitos estudos comprovam que o exercício regular fornece uma poderosa proteção contra o câncer de mama. 30 minutos ou mais de atividade aeróbica moderada (caminhada rápida) durante cinco ou mais dias por semana é o recomendado. Consistência e duração, e não a intensidade, são a chave do sucesso!

5. Evite alimentos gordurosos
A gordura na sua dieta pode afetar o risco de câncer de mama. Minimize o consumo de ômega-6, gorduras (girassol, cártamo, milho e óleos de algodão), gorduras saturadas e gorduras trans e aumente a ingestão de gorduras ômega-3 especialmente as de óleo de peixe (salmão, atum, cavala, sardinha, truta do lago e arenque). Consumir óleos monoinsaturados (canola, óleo de oliva, nozes ou sementes, abacates) como sua principal fonte de gordura, pois esses alimentos têm propriedades anticancerígenas potenciais. Especificamente, o óleo de canola é uma boa fonte de gorduras ômega-3; azeite extra virgem é uma potente fonte de polifenóis antioxidantes, incluindo esqualeno, nozes e sementes.

6. Cuide do carboidrato
diminua o consumo de alto índice glicêmico – farinha branca, arroz branco, batata branca, açúcar. Estes alimentos desencadeam alterações hormonais que promovem o crescimento celular no tecido mamário. E aposte em grãos integrais e feijões, por causa das fibras e alto teor de lignanas, que ajudam na prevenção da formação de nódulos.

7. Consuma produtos à base de soja
Tofu, grãos de soja torrados, leite de soja e missô. Estudos epidemiológicos têm mostrado uma associação positiva entre consumo de soja e a redução do risco de câncer de mama.

8. Minimizar a exposição aos estrogênios farmacológicos e xeno-estrógenos.
Não tome estrogênios sem indicação médica. A exposição prolongada ao estrogênio desempenha um papel fundamental no desenvolvimento de câncer da mama. Também evite compostos encontrados em poluentes ambientais, como pesticidas e produtos químicos industriais.

9. Mantenha uma atitude positiva mental.
Ter um bom relacionamento com a família, amigos e trabalho faz toda a diferença para manter o seu espírito são. Dormir bem também ajuda nesse caso (7-8 horas por noite são suficientes para descansar o corpo e a mente). As associações de mente-corpo com câncer de mama são significativas.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.