Bizarrices da China: Porco ou macaco?

Olhe a foto abaixo e responda: Que lindo animal seria? Porco ou macaco?



Mais uma das várias bizarrices da China, país sede dos jogos olímpicos.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Feng Changlin e sua esposa ficaram assustados quando olharam um dos seus recém-nascidos leitões. O porquinho tem olhos, dois lábios finos e um nariz pequeno, igualmente aos macacos, e para piorar pula ao invés de andar, já que também têm as patas traseiras maiores que as dianteiras.

Obviamente, trata-se de uma deformação, em nenhum momento (acho) um macaquinho deu um creu na porquinha. Mas se fosse, qual seria o nome desta nova raça?

Porcaco? Maporco?

Comente.

Via: AnaNova

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

7 Comentários

  • Luma, é exatamente isso, obrigado por complementar o post. Tratei do caso na brincadeira, por isso não me aprofundei no assunto. Claro que escrevi desta forma por se tratar de um animalzinho irracional, se fosse com uma pessoa nem caberia a brincadeira.

    Certamente tenho conhecimento do que você chama de doença “poluitiva”.

    obrigado pelo seu comentário.

  • As dismorfias, as malformações congênitas, retardo mental (no caso humano) ou qualquer alteração genética, desafiam os atributos de perfeição, beleza e produtividade, causam impacto, despertam sentimentos de estranheza e os monstros sempre existiram no imaginário, no lendário ou no mitológico. Agora, no real são anomalias que foram tratadas de modo diferenciado nas diversas épocas, ora sendo escondidas, ora sendo mais expostas. Saci-pererê, mula-sem-cabeça, cíclope, minotauro, corcunda de Notre-Dame — no mundo da ficção — e mulher barbada, homem elefante — no mundo real — são alguns exemplos.
    Esse porco sofre nao somente de mudança genética, mas certamente é resultado de uma doença. Existe uma doença “moderna” que você em breve tomará conhecimento. Agora sem nome específico, mas tratada como doença “poluitiva” do corpo.
    Que bichinho asqueroso!

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.