As menores cidades do Brasil

São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília. Todos sabemos quais são as maiores cidades do Brasil. Mas e as menores?

Vinte e quatro ruas compõem a minúscula cidade paulista de Borá, localizada próxima a Marília, a 488 quilômetros da capital São Paulo. O motorista que andar pela Rua Adelaide Barreiros, estrada que corta o município, precisa ter atenção se quiser encontrar a cidade. O perímetro urbano de Borá tem extensão de apenas 900 metros, um terço do tamanho da Avenida Paulista. Segundo o último censo, divulgado em 2010 pelo IBGE, Borá é a menor de todas as 5,6 mil cidades do Brasil, com apenas 805 habitantes. Tem menos população que 78 dos 81 bairros de Porto Alegre.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A briga pelo posto de menor cidade brasileira, porém, é acirrada. A mineira Serra da Saudade, localizada a 233 quilômetros de Belo Horizonte, tem apenas cinco habitantes a mais: 810 pessoas. Assim como Borá, quem passa rapidamente pela rodovia MG-235 pode não enxergar o município. A cidade de Anhanguera, em Goiás, completa o pódio das menores do país, com 1.020 habitantes.

Abaixo, o ranking das dez menores cidades brasileiras em população. O detalhe é que a Região Norte, a de menor densidade demográfica do Brasil, não colocou nenhum município entre os dez menores. Ficou curioso em relação às maiores? São, em ordem, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte, Manaus, Curitiba, Recife e Porto Alegre.

Borá (SP): próxima a Marília, fica na região oeste de São Paulo, a 488 quilômetros da capital. Apesar de diminuta, conta até com campo de futebol profissional. Tem apenas 805 habitantes.

Serra da Saudade (MG): localizada na região central de Minas, a 233 quilômetros de Belo Horizonte. É um pequeno reduto de casas próximas à rodovia MG-235. Tem 810 habitantes.

Anhanguera (GO): não confunda com o distrito paulistano, que tem 53 mil habitantes. Este minúsculo município goiano é o menor do estado tanto em área (44 km²) como em população: apenas 1.020 habitantes. É uma cidade planejada, ao estilo SimCity: 16 quadrados formados por quatro ruas com quatro esquinas cada. Fica na fronteira de Goiás com Minas, a 280 quilômetros de Goiânia.

Oliveira de Fátima (TO): o “crescimento populacional” lhe retirou o terceiro lugar na disputa. Oliveira de Fátima ganhou 29 habitantes entre 2004 e 2010, passando a ter 1.035 pessoas. Excetuando a avenida principal, todas as ruas são de chão batido. Quem passa pela rodovia TO-255 a enxerga por menos de um minuto: são 750 metros de extensão e apenas 19 ruas. Fica a 128 quilômetros de Palmas.

Araguainha (MT): mais uma da região Centro-Oeste, completa o Top-5, com 1.096 habitantes. Fica na fronteira com Goiás, a quase 500 quilômetros de Cuiabá.

Nova Castilho (SP): próxima a São José do Rio Preto, Nova Castilho é a sexta menor cidade do Brasil, com 1.125 habitantes. Fica a 569 quilômetros de São Paulo.

Cedro do Abaeté (MG): com apenas 1.212 habitantes, Cedro do Abaeté perdeu 19 habitantes de 2004 para cá. Fica a 253 quilômetros de Belo Horizonte e é próxima de Serra da Saudade, a segunda colocada deste ranking.

André da Rocha (RS): é a oitava menor do Brasil e a menor do Rio Grande do Sul e todo o sul do país. São apenas 1.216 habitantes, e uma distância de 159 quilômetros até Porto Alegre.

Uru (SP): minúscula cidade próxima a Marília e Itu, Uru tem 1.251 habitantes e fica a 428 quilômetros de São Paulo.

Miguel Leão (PI): menor cidade do Nordeste. Fica a apenas 93 quilômetros da capital Teresina e tem 1.253 habitantes, apenas dois a mais que Uru.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.