Argiloterapia: Conheça os benefícios

Saiba como a argiloterapia pode te ajudar a melhorar a sua pele, cicatrizar ferimentos e até amenizar dores musculares.

A argiloterapia também é conhecida como geoterapia e consiste no uso da argila com finalidade terapêutica. Quando se fala em argiloterapia, os tipos de minerais que podem ser utilizados nesta terapia são:

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

. Argila verde – rica em silício e diversos oligoelementos , a argila marrom é muito utilizada como esfoliante celular, usada principalmente na regulação de glândulas sebáceas, sendo muito indicada para quem tem problemas de oleosidade na pele.

. Argila branca- assim como a argila verde, a argila branca também é rica em silício, tendo também o alumínio na sua composição. Esse tipo de argila auxilia no aumento da oxigenação de áreas congestionadas, sendo muito indicada para tratamentos contra acne. Também pode ser utilizada em tratamentos para o rosto e para os cabelos, por ter função esfoliante e revitalizante.

. Argila cinza – argila rica em silício, alumínio e diversos oligoelementos. Por ter efeito antiinflamatório e cicatrizante, é muito indicada para tratamentos de acne e de psoríase.

. Argila vermelha – rica em silício e ferro , regula a microcirculação cutânea, sendo recomendada para peles sensíveis.

. Argila amarela – rica em silício, alumínio e oligoelementos, essa argila tem fortes propriedades adstringentes e desintoxicantes. É ótima para tratamento para amenizar dores musculares e limpa profundamente a pele.

. Argila marrom – a argila marrom é um tipo raro de argila, com elevado teor de silício, alumínio e titânio e outros oligoelementos. Ajuda a ativar a circulação, agindo como adstringente e desintoxicante.

. Argila preta – esse é outro tipo raro de argila com elevado teor de silício, alumínio e titânio e outros oligoelementos. Seus efeitos são antiinflamatório, cicatrizante, tensor e desintoxicante, muito indicada para tratamentos de pele e de cicatrização de ferimentos.

No processo de argiloterapia, o primeiro passo é fazer uma higienização da pele. Pode-se também fazer um tratamento seqüencial, onde primeiro usa-se uma máscara hidratante e depois uma máscara clareadora, por exemplo. A terapia com argila só não é indicada para mulheres que estão grávidas por causa de sua ação estimulante e ativadora da circulação.

A argila, depois de aplicada, deve endurecer na pele. Para a retirada, é usada bastante água, para retirar toda a argila e é comum que as pessoas sintam não só os benefícios propostos pelo tipo de argila utilizada, mas também um relaxamento corporal que ajuda a aliviar o stress.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.