Antoine Dodson e The Bed Intruder

Para quem não viu o vídeo, vejam primeiro a versão sem a música. Daí dá pra entender porque Antoine Dodson e música que fizeram com ele são singulares. Esse viral já é antigo, e se não me engano ele data do começo do ano passado.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A canção é baseada na gravação de uma reportagem de uma rede de TV, sobre uma tentativa de estupro em Huntsville, Alabama. Apenas dois dias depois da gravação do programa, os irmãos Gregory lançaram uma versão com Auto-Tuned, um dispositivo para se modular a voz, muito chato por sinal, mas que ficou legal no vídeo.

A entonação da voz de Antoine Dodson foi manipulada para fazê-lo parecer estar realmente cantando. Andrew Gregory (um dos autores do viral) disse à uma rádio que Antoine era apaixonado, articulado e original, segundo ele, são as três coisas que você não ouve em nas músicas pop que tocam no rádio hoje.

Os irmãos Gregory postaram os acordes da canção na barra de descrição do vídeo do YouTube para que as pessoas pudessem fazer suas próprias versões. O canal The Orange Annoying, também falsificou a música e postou no Youtube em novembro de 2010. A versão completa foi lançada em dezembro do mesmo ano. Antes disso, no mês de agosto, Dane Cook e o músico Chris J. Newberg incorporaram secções da música em uma cover de “Don’t you want me”, do The Human League. Em 2010, uma versão punk da música foi gravada por Hayley Williams (do Paramore), Jordan Pundik (do New Found Glory) e Ethan Luck (do Relient K) e postada no YouTube.

Assista agora ao vídeo.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

2 Comentários

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.