forbrukslån rask utbetaling | forbrukslån | refinansiere med forbrukslån

Amigdalas e suas funções

Ao contrário do que muita gente pensa, as amígdalas não servem apenas para inflamar, mas para proteger o organismo.

As amígdalas, também chamadas de tonsilas ou amídalas são de três tipos: rinofaríngeas, localizada entre a faringe e o duto até o nariz; palatinas, no fundo do céu da boca, parecidas com duas figuras ovais, e linguais, que ficam na base da língua, lá atrás.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

Essas ferramentas auxiliam o corpo na criação de anticorpos, tornando-se muito importantes na manutenção do sistema de defesas do corpo. Elas não ficam onde ficam por acaso. O local é propício para detectar e processar os microrganismos que entram no corpo através de alimentos ou inalação do ar. Elas são importantes para que o corpo tenha uma resposta rápida.

Assim que as tonsilas detectam uma bactéria nova, o corpo começa a produzir uma defesa, que fica armazenada no caso de outro aparecimento da mesma bactéria.

Antes de se descobrir a utilidade das amídalas era comum a extração. Isso era feito para poupar os pacientes de inflamações decorrentes das bactérias que as amígdalas processam.

A hiperplasia, ou seja, crescimento demasiado das amígdalas é outro problema recorrente. Isso acontece quando elas crescem em excesso e impedem o consumo de alimentos, e dificultam a respiração. Como os antibióticos conseguem resolver grande parte desses males, a cirurgia de remoção só é realizada em último caso.

Doenças nas Amígdalas

Como já citado, as doenças comuns nessas regiões são amigdalite e hiperplasia. Existe ainda a adenoidite. As adenoides são as mesmas amígdalas rinofaríngeas. Assim como as amídalas palatinas, ajudam a proteger o organismo desde que esteja em estado saudável. Quando as adenoides infeccionam (adenoidite) podem causar danos ao organismo.

Amigdalite

A inflamação das amígdalas pode ser causada por diversos fatores, manifestando-se devagar ou de repente. Normalmente apresenta os seguintes sintomas: febre, dor de cabeça e de garganta, falta de apetite, náuseas, dores no pescoço e vermelhidão, com ou sem pus.

Adenoidite

Assim como as amídalas, as infecções das adenoides ocorrem por motivos diferentes, e podem aparecer subitamente ou não. Os sintomas são: respiração bucal e ruidosa,
roncos, voz anasalada e interrupção da respiração no sono (apneia).

Remoção

Cada caso é um caso e é preciso analisar bem antes de fazer uma cirurgia de remoção das amígdalas. Os fatores não dependem de idade, mas sim da gravidade da situação. Os casos mais comuns de remoção são por: apneia, dificuldades respiratórias e alimentícias, tumores na garganta ou duto nasal, sangramento nas amígdalas, ferimentos que não cicatrizam, febre alta, pus, amigdalites frequentes, perda da audição, mau hálito, inflamações nos ouvidos e roncos.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.