Acessando Whatsapp no computador

A versão para a Web mostra as conversas como elas aparecem no Whatsapp. Os usuários do iOS ainda estão de fora.

O Whatsapp ganhou, em janeiro de 2015, uma das suas funções mais requisitadas pelos usuários: ele agora pode ser acessado pelo computador. Inicialmente, ele foi disponibilizado através do Google Chrome e, em fevereiro, chegou a vez dos usuários do Mozilla Firefox e Opera.

No mesmo mês, foi disponibilizada a função “Ligar” (efetuar chamadas telefônicas através do aplicativo). Usuários do Google Play (versão 2.11.528) e da versão 2.1.531 do site oficial do Whatsapp podem visualizar esta função. Os termos de uso ainda não foram divulgados.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

No entanto, apenas os proprietários de aparelhos equipados com sistemas Android, Windows Phone e Blackberry têm acesso à nova função. Os apaixonados pelo iPhone e outros produtos da Apple terão que se contentar em ler e transmitir mensagens pelo smartphone. Ao menos por enquanto.

No lançamento da nova função do aplicativo de mensagens, imagens, vídeos, arquivos de áudio contato e localização – agora disponível nos computadores equipados com o sistema Windows –, os criadores do Whatsapp afirmaram que o aplicativo ainda não está disponível para iOS devido a “limitações da plataforma da Apple”. Existem planos para levar o Whatsapp para o MacIntosh, mas ainda não há data prevista.

O surgimento do Whatsapp

O Whatsapp foi criado em 2009, por dois ex-funcionários veteranos (mais de 20 anos de carreira) do Yahoo. Competindo com diversos outros sistemas, especialmente na Ásia, o aplicativo multiplataforma cresceu de dois bilhões de mensagens diárias em abril de 2012 para dez bilhões em agosto do mesmo ano. Em junho de 2013, atingiu a marca de 250 milhões de usuários ativos.

Em fevereiro de 2014, o Facebook adquiriu o controle da empresa por US$ 16 bilhões (US$ 4 bilhões em dinheiro e US$ 12 bilhões em ações), além de outros US$ 3 bilhões em ações, caso os criadores do Whatsapp permaneçam no Conselho de Administração do Facebook até 2018.

O Whatsapp é gratuito para download e uso no primeiro ano, para todos os tipos de telefone. Os usuários têm a opção de prorrogar o serviço por mais um ano, por US$ 0,99, mas o Facebook sempre oferece adicionais sem custo para os internautas.

Versão Web do Whatsapp

A versão para computadores do Whatsapp funciona como uma extensão do aplicativo no telefone e exige que o smartphone e o PC estejam conectados à mesma rede sem fio para funcionar. O navegador apenas reflete as conversas e mensagens já acumuladas no celular, que permanecem salvas e íntegras no dispositivo móvel. No caso de a bateria do celular descarregar, a função deixa de estar disponível no computador.

Para acessar pela primeira vez, é preciso abrir a página do Whatsapp pelo navegador Google Chrome e escanear um código QR (Quick Response) com a câmera do telefone. Apenas a versão mais recente do programa é compatível com a função Web.

Os caminhos são os seguintes:

• no Android: abrir o Whatsapp – botão Menu – Whatsapp Web;
• no Blackberry: abrir o Whatsapp – conversas – botão Blackberry – Whatsapp Web;
• no Blackberry 10: abrir o Whatsapp – deslize o dedo do topo ao final da tela – Whatsapp Web;
• no Nokia S60: abrir o Whatsapp –Menu – Whatsapp Web;
• no Nokia S40: abrir o Whatsapp – deslize o dedo partindo da base – Whatsapp Web;
• no Windows Phone: abrir o Whatsapp –Menu – Whatsapp Web.

Selecione o botão “…” no smartphone e faça a leitura do código bidimensional (QR) que irá aparecer na tela do computador. A partir de então, todos os contatos e conversas gravadas serão espelhadas no PC, em uma interface idêntica à do dispositivo móvel. No microfone, é possível gravar mensagens de voz, enviar e receber áudio, vídeo e fotos, usando o botão “clipe” (anexo), da mesma forma como a operação é feita no celular.

Ao conversar pelo Whatsapp no PC, para visualizar informações sobre o contato, basta clicar sobre o nome ou foto (logo acima do diálogo). Novas conversas podem ser iniciadas, bastando clicar com o mouse no nome ou imagem.

O sistema apresenta a foto ampliada, o status e o número de telefone do contato. Vale o mesmo para as suas informações, mas a imagem do perfil e o status não podem ser alterados através do navegador. As notificações podem ser configuradas clicando no segundo botão à direta da sua foto de perfil e, no menu que é apresentado, em “Notificações”. Feitas as alterações necessárias, basta clicar em “ok”.

O mesmo menu de “Notificações” também pode ser utilizado para sair do Whatsapp na Web, na opção “Sair”. Feito isto, o computador deixa de estar autorizado a usar o aplicativo para enviar e receber mensagens.

Segurança

Em tempo: em novembro de 2014, o Whatsapp marcou apenas dois dos sete pontos da escala de segurança publicada pela Electronic Frontier Foundation (ONG americana que visa proteger os direitos de liberdade de expressão).

O aplicativo perdeu pontos porque as comunicações são vulneráveis ao acesso de terceiros, os usuários não podem conferir a identidade dos contatos, as mensagens transmitidas não são seguras, o código não é aberto para revisão independente e o projeto não está devidamente documentado. Os dados sobre segurança são constantemente atualizados no site www.eef.org (em inglês).

No mesmo mês, o aplicativo adotou o sistema Text Secure, protocolo de textos seguros que evita que as mensagens enviadas pelos usuários do Whatsapp sejam espionadas por terceiros. O uso do aplicativo na Web proporciona melhor nível de segurança.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.