forbrukslån | forbrukslån | forbrukslånhjelpen

A revista mais antiga do mundo

As revistas existem desde muito tempo e são importantes recursos para a disseminação da informação.

Tudo começou em Hamburgo, na Alemanha. No ano de 1663 surgiu a primeira revista que se sabe até hoje, chamada Erbauliche Monaths-Unterredungen, que em português significa Edificantes Discussões Mentais. Pouco tempo depois surgiu na França, em 1672 a Le Mercure e na Inglaterra, em 1690 a Athenian Gazette.

Gosta de Curiosidades? Entretenimento? Vídeos legais? Clique para curtir o Blogadão

A Alemanha foi um ótimo local para começar as revistas, já que dois séculos antes, Johannes Gutenberg criou o módulo de imprimir jornais, livros e artigos semelhantes. Naquela época eram utilizados panfletos publicados que vez em quando para contar algum fato importante.

Eles começaram a ser publicados com frequência, e serviram de base para as revistas, que surgiram como um misto de jornal e revistas. Matérias importantes mas não diárias como jornais, e em forma de livrinho.

Entre os séculos 17 e 18 as revistas se assemelhavam muito aos livros, com determinados assuntos, que pareciam coisa de escola. A partir do século 19 elas passaram a se interessar por matérias de entretenimento familiar. Enquanto isso, em 1812 surgia em Salvador a primeira revista brasileira, chamada “As Variedades ou Ensaios de Literatura”, que abordava temas muito cultos. Depois, em 1839 veio a Revista do Instituto Histórico e Geographico Brazileiro, que discutia aspectos sobre cultura e ciência. Ela permanece sendo publicada até hoje.

Os modos de impressão foram melhorando, o papel ficou mais barato e a publicidade se expandiu para diminuir as despesas. Foi assim que, no mundo inteiro, as revistas se espalharam, cada uma para um público alvo diferente.

Linha do Tempo

Algumas revistas fazem sucesso até hoje. Confira a cronologia das revistas pelo mundo.

1663 – Edificantes Discussões Mensais, criada por Johann Rist, na Alemanha.
1693 – Ladie’s Mercury, criada por John Dunton, na França. Abordava temas femininos.
1731 – The Gentleman’s Magazine, de Edward Cave, na Inglaterra. Seus temas eram modernos.
1842 – The Ilustrated London News, por Herbert Ingram, Inglaterra. Pioneira na utilização de ilustração.
1855 – Leslie’s Weekly, Estados Unidos. Na época da Guerra Civil, 12 repórteres foram enviados para colher informações.
1888 – National Geographic surgiu como financiadora de explorações. Abordava temas científicos, com fotos coloridas da natureza.
1892 – Vogue, criada por Arthur Turnure, Estados Unidos. Era dedicada à alta classe, falando sobre luxo e moda. Até hoje é venerada.
1925 – The New Yorker, de Harold Ross, Estados Unidos. Humorística, crítica e criativa.
1928 – O Cruzeiro, criada por Assis Chateaubriand, no Brasil.
1936 – Life Magazine, de Henry Luce, nos Estados Unidos. Foi extremamente importante para o jornalismo.

Siga-nos no Facebook
Receba atualizações do Blogadão no seu email,
ganhe brindes e participe de promoções!
É gratuito!

Comente no Facebook

Comente

Receba atualizações no seu email.
Participe de Promoções.